O museu da TAM era assim

Em 1996 os irmãos Rolim Adolfo Amaro e João Francisco Amaro realizaram a restauração de um monomotor Cessna 195, e assim, decidiram adquirir novas aeronaves clássicas, a fim de deixá-las disponíveis aos finais de semana para voos com os amigos. No entanto, perceberam que a pequena coleção poderia dar início a um museu representativo para a aviação brasileira e mundial, foi a partir deste pensamento que decidiram criar o Museu Asas de um Sonho, mantido originalmente pela Educação Assistência e Cultura (Eductam), uma associação sem fins lucrativos fundada pela TAM em 23 de dezembro de 1991, para administrar os programas sociais da empresa. Após buscas para um melhor local para a construção de um hangar os irmãos adquiriram o espaço onde era localizada a antiga Companhia Brasileira de Tratores. Inaugurado em 11 de novembro de 2006 o museu Asas de um Sonho tinha em exposição 32 aeronaves, onde boa parte delas se encontravam em condições de voo, entre elas o Lockheed Constellation da Panair do Brasil, o primeiro a realizar viagens intercontinentais, as réplicas do 14 bis e Demoiselle, caças Messerschimitt Bf 109 de origem alemã, Supermarine Spitfire, ambos utilizados na segunda guerra mundial, além dos modelos holandeses Fokker 27, Fokker 50 e Fokker 100, que foram utilizados pela TAM. Em julho de 2008 o museu passou por uma reforma onde expandiu sua estrutura coberta de 9,5 mil m² para 20 mil m², reinaugurado no dia 13 de julho de 2010 passando a se chamar Museu da TAM. Nesta época o museu recebeu incentivos da Lei Rouanet. Em 26 de fevereiro de 2011 o museu ganha mais duas aeronaves sendo, um Hawker Siddeley HS-125 doado pela Força Aérea Brasileira e um Ultraleve Roloff-Unger RLU-1 Breezy Pusher. No dia 24 de outubro do mesmo ano em comemoração ao dia do aviador, o museu TAM incorpora mais três novos aviões: Tenco Globe Swift, Ryan PT-22 Recruit e uma réplica em tamanho real do Blériot XI, a qual foi doada por Daniel Augusto Rizzi Salvadori, Luis Guilherme Camps e Pierre Artur Camps. O museu TAM bateu recorde de público em 2014 alcançando a marca de 109 mil visitantes, cujo o resultado foi alcançado devido a inclusão do espaço na agenda cultural, a instituição já atendia sem custos associações de amparo e de assistência social , além de escolas de primeiro grau da região de São Carlos, que para os estudantes da rede pública de ensino eram oferecidos gratuitamente alimentação, transporte e a visitação.  
No entanto em 29 de janeiro de 2016 o museu da TAM foi fechado para manutenção, porém a crise financeira levou a companhia a fechar seu acervo com mais de 100 aeronaves, entre elas o American Flea Ship, de 1939, o primeiro avião projetado por uma mulher, a norte-americana Cassel Hibbs, e o hidroavião Jahu, além das aeronaves que haviam em exposição, os visitantes encontravam também motores aeronáuticos, praça de alimentação, espaço kids para as crianças, as roupas utilizadas pelas comissárias de bordo, loja de suvenirs e um vidro onde a manutenção das aeronaves poderia ser vista e não podemos nos esquecer de citar o vídeo de apresentação logo na entrada, as mais de duzentas maquetes de aeronaves incluindo projetos como o parafuso aéreo de Leonardo da Vinci, as paredes decoradas na forma de cartas aéreas davam ao visitante a sensação de estar em um mundo diferente do que encontramos em museus. Desde 1930 existe um impasse jurídico, onde o museu depende apenas de uma autorização para que sua transferência para o Campo de Marte em São Paulo seja efetivada, mas infelizmente não basta apenas a tão esperada autorização, pois são necessários R$250 mil reais por mês para sua manutenção e R$200 milhões para essa mudança, porém, com a autorização em mãos se torna possível a busca por patrocinadores e por esse motivo o museu até hoje se encontra fechado, entretanto, ainda nesse debate de reabertura do museu da TAM, existe também desde 12 de maio de 2018 a possibilidade do mesmo ir para novas instalações, a serem construídas no local onde se encontra o Museu Aeroespacial Brasileiro na cidade de São José dos Campos, onde também se encontram a sede da Embraer e o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), local anexo ao aeroporto da cidade.
Infelizmente a cultura brasileira é de preservação histórica, ou seja, não se dá o devido valor para a história de nosso país e muito menos para a história da aviação, o acervo do museu da TAM é um dos mais completos que existia em nosso país, mas devido a burocracia de órgão públicos e a cultura nacional de dar valor a coisas banais, o Brasil e o mundo perdem um museu de grande valor e importância, além disso, corre o risco de perder outros que ainda sobrevivem como podem para que suas portas não sejam fechadas.

ISSO É UM ABSURDO!

É TRISTE E VERGONHOSO SABER QUE O BRASIL PERDE DIA APÓS DIA UM PEDAÇO DE SUA HISTÓRIA, PORQUE ONGS, EMPRESÁRIOS E SETORES DE CULTURA DE NOSSO PAÍS SÓ DÃO VALOR AO QUE É BANAL, AO QUE NÃO TRÁS ALGO CONSTRUTIVO PARA SUA POPULAÇÃO, OU SEJA, PESSOAS LIGADAS AO PATRIMÔNIO CULTURAL ATÉ HOJE NÃO ABRIRAM A BOCA PARA LUTAR PELA REABERTURA DO MUSEU DA TAM, MESMO SENDO UM MUSEU QUE ERA MANTIDO POR UMA EMPRESA PRIVADA, ALÉM DISSO É REVOLTANTE SABER QUE HÁ PARA UM GOVERNADOR OU PREFEITO O REPASSE DE MAIS DE 500 MILHÕES DE REAIS ORIUNDOS DO GOVERNO FEDERAL E O MESMO UTILIZA ESTE DINHEIRO PARA COLOCAR UM POSTE NA RUA, E PARA REABRIR UM MUSEU DE GRANDE IMPORTÂNCIA NÃO TEM DINHEIRO NEM LUGAR PARA INSTALAR.

CADÊ ESTAS PESSOAS DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO COBRANDO INFORMAÇÕES SOBRE O ESTADO DAS AERONAVES QUE ALI ESTAVAM? O MAIS ABSURDO DE TUDO ISSO É QUE ESTE TAL PATRIMÔNIO HISTÔRICO SÓ DA VALOR A OBJETOS E IMÔVEIS PRATICAMENTE DESTRUIDOS, OS FAMOSOS DA TELEVISÃO QUE SE DIZEM LUTADORES PELA CULTURA BRASILEIRA, DÃO VALOR A ALGO QUE É BANAL COMO PROTESTOS INDECENTES E IMPRÓPRIOS PARA CRIANÇAS!

O MUSEU DA TAM TRAZIA A CRIANÇAS E ADULTOS A HISTÓRIA DA AVIAÇÃO, DEIXAVAM AS PESSOAS MAIS PRÓXIMAS DAS AERONAVES, FAZIA COM QUE AS CRIANÇAS E ADOLECENTES TIVESSEM O SONHO DE SE TORNAR UM AERONAUTA. 

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal PILOTO RIBEIRÃO no youtube, nosso perfil no Instagram , faça parte de nosso telegram  e conheça também nossa revista digital

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.