Após forte reestruturação, Amaszonas by Nella celebra renovação de certificação e anuncia novos planos

Adquirida pela Nella Airlines há menos de um ano, cia boliviana sai de situação pré-falimentar e começa a crescer

A companhia boliviana Amaszonas by Nella acaba de receber, das autoridades bolivianas aeronáuticas, a renovação de seu certificado para voos regulares de passageiros e carga. A concessão, válida por cinco anos, foi emitida pela DGAC (Dirección General de Aeronáutica Civil) e pela ATT (Autoridad de Regulación y Fiscalización de Telecomunicaciones y Transportes).
 

A conquista representa um marco para a cia, que estava em processo pré-falimentar antes de ser adquirida pela Nella Airlines Group. “Quando adquirida, a empresa estava deixando de cumprir diversas normas regulatórias, e não é possível renovar uma concessão de uma linha aérea regular se não houver 100% de compliance com a legislação e a regulamentação do país”, afirma Cristiane Secco, advogada da banca Albuquerque Melo, que suportou integralmente o trabalho jurídico de reestruturação. “Coordenamos todo o projeto, desde a aquisição da Amaszonas pela Nella até agora”, afirma Secco, sócia responsável pela área de M&A e especialista em aviação do escritório.
 

Segundo ela, a reestruturação levou quase um ano, e envolveu negociações de contratos de leasing, dívidas trabalhistas, tributárias e com fornecedores, além de adequações relacionadas às normas de segurança. “Com base na legislação boliviana, o grupo de trabalho atuou fortemente, evitando que a companhia entrasse em falência”, afirma Secco.
 

Futuro
 

Com a conquista, a Amaszonas by Nella anuncia novos planos. O primeiro deles é finalizar o processo de mudança de nome para Nella Airlines Bolivia, já em fase final. Além disso, a cia busca a certificação do Boeing 737-800NG e, até o início de 2023, iniciar a mudança da frota, saindo dos Embraer 190 com capacidade para 110 passageiros para o Boeing com capacidade para 189 passageiros. “O objetivo agora é fortalecer as rotas internacionais para Brasil, Chile, Argentina, Peru e Paraguai no segmento de passageiros”, revela o CEO da companhia, Mauricio Souza. No setor de cargas, haverá expansão entre Bolívia e Estados Unidos, com dois Boeing 737F integrando a frota.

Atualmente, a Amaszonas by Nella opera na Bolívia, Chile e Paraguai e planeja retomar voos regulares para Rio de Janeiro, São Paulo e Foz do Iguaçu, além de Peru e Argentina — operações interrompidas pela pandemia.

A Nella Airlines Group, holding americana do grupo Nella, é composta pelas companhias Amaszonas by Nella (Bolívia) e Albatros by Nella (Venezuela), e está em processos de certificação no Brasil, Chile, Paraguai e Portugal.

Fonte e foto: Assessoria de imprensa da Nella

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal PILOTO RIBEIRÃO no youtube, nosso perfil no Instagram , faça parte de nosso telegram  e conheça também nossa revista digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.