Primeiro avião a decolar em Ribeirão Preto-SP

Em 1915, nove anos após o histórico voo de Santos Dumont, em Paris, Ribeirão Preto parou para ver o voo do primeiro aeroplano a ser realizado na cidade.

O aviador gaúcho Luiz Bergmann, que ganhava a vida fazendo apresentações aéreas por todo o Brasil, incluiu a cidade de Ribeirão Preto-SP em suas apresentações levando à cidade um avião  desmontado e transportado em um trem da companhia Mogiana, pois o mesmo não tinha autonomia para voar de São Paulo a Ribeirão. O monoplano Blériot de 50 HP,  7 metros de comprimento e 5 de largura foi projetado pelo francês Louis Blériot, amigo de Santos Dumont, após seu desembarque em Ribeirão o pequeno monoplano foi remontado na Fundição Diederichsen, já localizada na Vila Tibério.

A primeira decolagem do jovem aviador ocorreu no dia 23 de maio (domingo) em uma pista improvisada localizada na chácara do Major Quirino na Vila Tibério, maior banqueiro do bicho da época deixando o público que pagara 1$000 (mil réis) no ingresso curioso. Nesta primeira demonstração o tempo estava nublado e o monoplano percorreu cerca de 40 metros na grama e voou por volta de 15 minutos, culminando em demorada salva de palmas. Na aterrissagem a aeronave sofreu pequena avaria, sendo que o jovem teve que realizar uma arriscada manobra para não colidir contra o público que estava para acompanhar esse dia histórico na cidade. Embora previsse uma segunda decolagem no mesmo dia Luiz decidiu não arriscar e prometeu 2 novos voos no domingo 30 de maio. 

No terceiro domingo Luiz Bergmann realizou um voo de agradecimento, sobrevoando toda a cidade – os moradores subiram nos telhados (incluindo o da Catedral) para acompanhar o espetáculo no céu.

Foi o primeiro avião a decolar e pousar em Ribeirão Preto. 

Sobre Luiz Begrmann, embora natural do Rio Grande do Sul, viveu grande parte de sua vida no Paraná, tendo sido diretor-instrutor da Escola Paranaense de Aviação, criada em 24 de março de 1918. Para homenageá-lo, a Câmara Municipal de Curitiba, através da LEI Nº 1416, de 23/04/1957, deu-lhe o nome de uma rua no bairro Bacacheri.

Fonte: Acervo Histórico de Ribeirão Preto, Jornal Tribuna e plataformaverri

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal PILOTO RIBEIRÃO no youtube, nosso perfil no Instagram, faça parte de nosso telegram e conheça também nossa revista digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.